29 de abr de 2011

Como fazer sua própria base de glicerina

detalhe sabão base de glicerina

Parâmetros utilizados baseados em matéria didática sobre elaboração de produtos de higiene - Projeto Gerard - fornecida pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná – Brasil.


Para obtermos nossa própria base de glicerina, sem adições de produtos sintéticos,é necessário fazermos alguns cálculos e  termos paciência para descobrirmos os percentuais ideais que mantenham as qualidades de um sabão normal, como dureza, espuma com persistência, limpeza e condicionamento, acrescidas da durabilidade e transparência que um sabão de glicerina deve ter sem contudo perder a qualidadade da espuma.
A base glicerina que coloco nessa postagem pode ser feita com a nossa própria fórmula do sabão do dia a dia, bastando adicionar determinados percentuais de solventes  como  álcool, glicerina e solução de açúcar.
Devemos levar em conta que os sabões de glicerina para serem transparentes devem ter uma concentração de 40 a 60% de peso em solventes para 40 a 60% de peso de sabão base inicial.
Quanto mais solvente mais transparente o sabonete, contudo menos espuma e mais rápido se gastará, isto devido a menor quantidade de massa de sabão contido em seu peso. Outros problemas podem surgir tais como, o sabão ficar mais macio que o desejado ou suar em ambientes úmidos.


A proporção que utilizei no meu teste inicial continuou sendo a minha preferida:
50 % massa sabão para 50% de solventes, onde:


1- massa de sabão é a soma dos pesos das gorduras da fórmula somado com o peso do hidróxido de sódio seco.
2- 50% de solvente, divididos em:

.Álcool ( 12% a 14% do peso total) – menos que 12% não dá transparência e mais do que 14%, o sabão encolher muito e fica com pouca espuma.
.Açúcar ( 8% a 14% do peso total) – mais que 14% deixa o sabão mole e suando, acaba rapidamente.
.Glicerina(8% a 14% do peso total) - mais que 14% deixa o sabão mole e suando,acaba rapidamente.
.Água ( 12% a 20% do peso total) – mais que 20% o sabão fica mole.


Peso final do sabão base glicerina:
peso das gorduras do sabão + peso do hidróxido de sódio seco + peso dos solventes.


Como exemplo, coloco uma das minhas receitas de sabão, acrescida dos solventes, para chegarmos finalmente em um sabão base de glicerina:
Oliva – 228 g
Babaçú – 43 g
Mant.karité-45 g
Ac.esteárico-50 g
Cera abelha-7 g
Rícino- 39 g
NaOH: 51 g ( utilizei um sobre engorduramento de 10%) para atingir meus objetivos de dureza, espuma, persistência , limpeza e condicionamento.
água necessária para diluir NaOH  ( 33%) - 103 g

Total peso gorduras + peso NaOH (seca) = 463g


Calculo do peso do sabão base transparente com 50% de sabão base inicial + 50% solventes:
463g x 2 = 926g

Calculo dos solventes ( os percentuais também foram escolhidos de acordo com meus objetivos com relação a dureza, espuma, persistência da espuma, limpeza e condicionamento), o importante é somarem 50%:
Álcool - 12% de 926g = 111 g
Açúcar - 9% de 926g = 83 g
Glicerina - 13% de 926g = 120 g
Água - 16% de 926g = 148 g
Total = 12%+9%+13%+16% = 50%.




OBS: PARA UMA TOTAL TRANSPARÊNCIA É IMPORTANTE NÃO EXISTIR EXCESSO DE NaOH OU EXCESSO DE ÓLEOS – Nesse caso eu não testei, pois prefiro um sabão com menos transparência mas aproveitando as propriedades dos óleos no SE.


Preparo ( semelhante aos utilizados para elaboração de sabões no processo quente):
Utilizar equipamento de proteção como máscara contra gases tóxicos, luvas de borracha,etc conforme postagem indicada no final do tópico.

 
Aquecer óleos e derreter gorduras  em separado +/- 70º C.
 Preparar lixívia ( NaOH + água destilada) e quando estiver com a soda cáustica totalmente dissolvida misturar os óleos e gorduras já aquecidos,colocar em banho-maria e mexer até alcançar trace / traza com uma mistura homogênea.



detalhe elaboração sabão base glicerina

Tampar e deixar em banho-maria por cerca de 1h ( no meu caso,não foi necessário mexer),quando a massa estiver totalmente gelificada (creme semitransparente) apagar o fogo mas permanecer com a panela em banho-maria e misturar 1/3 da solução água+ açúcar ( previamente aquecida em banho-maria para não amarelar e ter certeza do açúcar estar bem diluído), continuar mexendo e adicionar o álcool lentamente, misturar até que esteja totalmente integrado e a massa do sabão dissolvida.
É IMPORTANTE NESSA FASE, ESTAR COM O FOGO DESLIGADO,CUIDADO COM O ÁLCOOL!

Voltar a acender o fogo do banho-maria e continuar misturando até a massa ficar totalmente homogênea.Finalmente misturar o restante da solução água+ açúcar e a glicerina. Mexer lentamente para evitar a formação de espuma, retirar do banho-maria e deixar descansar,com a panela tampada até que a massa não tenha mais bolhas de ar em seu interior e fique transparente.

Finalmente, coar diretamente no molde já borrifado generosamente com álcool, levar à geladeira em seguida por algumas horas e desenformar.
Deixar em local arejado por 1 a 2 semanas, para que aconteça a cura total, secando e evaporando o álcool.


Dessa forma, estou fazendo minhas próprias receitas de sabões de glicerina, com as características mais adequadas aos meus interesses,guardando a base já pronta e quando necessário, derretendo e acrescento os aditivos escolhidos para o sabão final.
É importante destacar que:
1.Utilizo sempre álcool de cereais ( 70º) e com isso diminuo a evaporação que ocorre no processo.( interferindo também na transparência do sabão)
2.Essa receita modelo,possui um valor de SE = 10%,também interferindo na transparência do sabão mas, prefiro ter um sabão de glicerina translúcido com as propriedades que considero adequadas.

Já utilizei esse percentual de 50% de solventes em várias receitas, sempre controlando os respectivos percentuais de cada solvente dentro dos parâmetros acima descritos e mantendo desse modo, os índices que indicam o perfil do sabão dentro dos meus objetivos.


sobre os equipamentos necessários para fazer sabões

37 comentários:

Lissy disse...

Hola Sonia !!!!
Q explicación para más detallada haz dado una Cátedra en la elaboración de base de glicerina :D Te a Salido Perfecto !!!
Un besito

flor da pele disse...

Olá Lissy,
Você, como sempre, muito gentil!
Obrigada pela visita.
Mil besos,
Sonia.

carmen disse...

Me parece muy interesante tu explicacion y muy similar a lo que tu ya me habias explicado.
Muchas gracias.
besos.

flor da pele disse...

Olá Carmen,
É o mesmo processo que eu já te expliquei.
Besos con cariño.

Feli disse...

FELICIDADES Y FELIZ DIA DE LAS MAMÁS!!! ERES GENIAL!!
BESOS.

flor da pele disse...

Gracias Feli y mil besos!

Marta disse...

Que bien te ha quedo, me apunto el método, siempre está bien aprender nuevas cosas.

betty disse...

ola, gostei muito do seu artigo só tenho uma pequena duvida a massa de sabão a que se refere é de sabão comprado no supermercado? pode ser de qualquer sabão? e obrigado por partilhar o seu conhecimento.

flor da pele disse...

Olá Betty,
Obrigada pela visita.
A massa de sabão que me refiro corresponde à receita de sabão colocada na postagem que pode ser qualquer receita de sabão artesanal com ingredientes naturais.
O importante é que quando forem acrescentados os percentuais de solventes ( álcool, açúcar, glicerina e água), conforme o explicado, resulte em um sabão que possua espuma, durabilidade além de limpeza e condicionamento.
Por esses motivos é que não recomendo usar um sabão industrializado que certamente terá, em sua composição, ingredientes químicos que poderão inviabilizar o sucesso do seu projeto - base de glicerina caseira.
Beijos.

Camila disse...

Olá adorei as suas dicas mas queria saber se a glicerina que vc fala é liquida ou não?muito brigada desde já!
um beijo

flor da pele disse...

Olá Camila,
Obrigada pela visita e comentário.
A glicerina que utilizo é líquida e bidestilada, que possui um maior grau de pureza.
Beijos.

Camila disse...

Muito brigada pela resposta.Mais uma duvida pois sou nova nesse ramo e nunca fiz sabonetes artesanais mas fico alucinada com eles ai que tive a curiosidade de saber como fazer. bom voltando a duvida queria saber se tem mesmo que adicionar soda caustica acho meio perigoso.Pois se adicionar só a água o açúcar a glicerina álcool não terei um resultado semelhante ou não? muito obrigada Beijos e um otimo dia!!!

flor da pele disse...

Camila,
Sobre sua dúvida e tentando resumir:
Para obtermos um sabão é necessário que aconteça uma reação química formada pela mistura de gorduras (através dos ésteres provenientes dos ácidos graxos contidos nas suas composições), com uma base alcalina(soda cáustica ou potassa).

Essa reação tem como resultado a liberação do glicerol e a formação de sais de ácidos graxos.
Esses sais são os sabões e a reação e denominada saponificação.

No caso do sabão de glicerina, como explico acima, colocamos os solventes - água,açucar,glicerina e álcool para obtermos um sabão com as características próprias desse tipo de sabão.
Querendo conversar, utilize meu email:
artesanalnatural@gmail.com
Beijos.

Ruth disse...

Olá, estou me preparando para iniciar minha produção de sabonetes artesanais e encrontar uma fórmula de base glicerinada é tudo de bom! pela foto me parece que vc está usando uma vasilha de cobre para preparar a base?

flor da pele disse...

Olá Ruth,
Obrigada pela visita e pelo gentil comentário.
A vasilha que estou usando nessa foto da postagem é de vidro refratário.
Ao fabricarmos sabões,devemos usar utensílios de vidro, plástico resistente a altas temperaturas ou aço inoxidável.

Evitar o uso de utensílios de metal, por possíveis reações químicas com o hidróxido de Sódio - NaOH ou Hidróxido de Potássio - KOH.

Beijos.

Camila disse...

Sim, entendo mas se eu não quiser uma total transparência no produto posso deixar de lado a soda e os outros componentes...e só usar o álcool açúcar a glicerina e a água terei uma base glicerinada mesmo que não seja transparente? Muito Obrigada!!!

flor da pele disse...

Camila,
Uma “base de glicerina” é um sabão, ou seja, já passou pelo processo de saponificação que ocorre com a reação entre óleos + soda cáustica + água .

É denominada “base de glicerina” por ser um sabão que possui em sua receita, além dos óleos+ soda cáustica+ água, os solventes(álcool + glicerina+ açúcar + água)que darão ao sabão normal, conforme explico no tópico, as características próprias de um sabão de glicerina.

Acredito que sua dúvida esteja no fato que é muito comum encontrarmos para compra/venda barras de base de glicerina, tranparente e opaca, onde só é necessário derreter e acrescentar aroma, corante e algum tipo de aditivo para emoldar e finalmente termos um sabão de glicerina finalizado.

Acontece que essa barra de base glicerina pronta já é um sabão, ou seja, foi feita usando soda cáustica ( hidróxido de sódio) , gorduras (não especificadas) e água entre outras coisas.
Nessa postagem o meu objetivo foi detalhar o modo de fazermos a nossa própria base de glicerina, com ingredientes naturais, de qualidade e conforme nossos interesses.
Espero ter tirado sua dúvida.
Beijos.

Dan disse...

Olá flor da pele excelentissimo conteudo seu blog, gostaria de saber se tem formulas para usar o dioxido de titanio para ficar branco o sabonete entre outras receitas de fabricar o proprio sabonete de glicerina em PDF, caso tenho gostaria pois estou no interior e fica muito dificil e caro de compar na capital.
Me ajuda? Segue meu e-mail:
dand_pinheiro@yahoo.com.br

flor da pele disse...

Olá Dan,
Sobre o DT - dióxido de titâneo para ser usado como agente clareador e opacificante na base de glicerina,basta adicionar na receita uma pequena porção - 0,2 a 0,5% do peso dos óleos da receita, disperso em óleo aquecido e de preferência feito anteriormente ( isso ajuda na dispersão do DT pois na verdade esse aditivo não é solúvel em água ou óleo).
Sobre o arquivo em pdf, sinto mas no momento estou sem possibilidades de fazer mas é um dos meus projetos futuros :)
Abraços e obrigada por sua visita e gentis palavras.

Zahreen disse...

Estou adorando o seu trabalho! Você explica muito bem e divide conosco informações preciosas!! Breve vou testar essa receita de base glicerinada. Muito obrigada e parabéns!!

flor da pele disse...

Olá Zahreen,
Obrigada pela visita e pelo delicado comentário.
Abraços.

LUIZ CARLOS disse...

OLA, GOSTARIA SABER O QUE É SABAO FUNDAMENTAL OU TECNICO OU NOODLES. E SE CONSIGO COMPRAR EM LOJAS QUE VENDE PRODUTOS QUIMICOS, AQUI NO RIO DE JANEIRO. ATENCIOSAMENTE LUIZ CARLOS.

flor da pele disse...

Olá Luiz Carlos,
Obrigada pela visita.
Sobre suas dúvidas:
Eu não utilizo esse método mas fazendo uma rápida pesquisa no goolge encontrei esse link que, com certeza,poderá responder suas perguntas.
http://www.sabao-nosso-de-cada-dia.com/2011/09/todos-querem-saber-entao-la-vai.html
Abraços.

LUIZ CARLOS disse...

OLA FLOR DA PELE, GOSTARIA SABER SE VOCES VENDEM OS PRODUTOS PARA FAZER A BASE GLICERINADA, E SE POSSIVEL ENVIAR A TABELA DE SEUS PRODUTOS. AGUARDO RESPOSTA.
ATENCIOSAMENTE LUIZ CARLOS

flor da pele disse...

Olá novamente,
Quanto aos produtos para fazer a base de glicerina:
Como você pode ler nessa postagem, os ingredientes utilizados são os mesmos que usamos para fazer sabão artesanal, ou seja: óleos variados e NaOH acrescentando solventes como glicerina e álcool de cereais, portando, ingredientes que podem ser comprados em supermercados, lojas de produtos naturais e lojas de produtos químicos.
Infelizmente não poderei atender seu 2. pedido mas agradeço seu interesse.
Abraços.

Sabonete disse...

Ola, esse numeros nao batem, poderia me explicar novamente?

Oliva – 228 g
Babaçú – 43 g
Mant.karité-45 g
Ac.esteárico-50 g
Cera abelha-7 g
Rícino- 39 g
NaOH: 51 g ( utilizei um sobre engorduramento de 10%) para atingir meus objetivos de dureza, espuma, persistência , limpeza e condicionamento.
água necessária para diluir NaoH ( 33%) - 103 g

Total peso gorduras + peso NaOH (seca) = 432 g.

flor da pele disse...

Olá,
Realmente o valor da soma do peso das gorduras + peso NaOH(seca) foi digitado errado.
O valor correto é 463g.
Já corrigi e agradeço por avisar :)

Os demais valores dos percentuais dos solventes já estavam corretos pois o erro foi somente na digitação.

Boas Festas!

Pedro Ferreira disse...

Bom Dia,
Depois de ter dificuldades em encontrar o óleo de babaçu substitui por óleo de coco, quando chegou a altura de misturar todos os ingredientes com as temperaturas indicadas o resultado foi uma pasta muito dura e amarelada . depois de uma hora ao lume
a pasta não ficou meio transparente mas eu foi até ao fim !!
o que tenho com resultado final é uma pasta amarelada meio solida comparativamente com as glicerina comerciais.
Sera que me pode dizer como posso obter uma glicerina mais transparente e mais rígida
E obrigado por disponiblizar tanta sabedoria!

flor da pele disse...

Olá Pedro,
Sua resposta fará parte da próxima postagem.
Obrigada pela visita e comentário.
Abraços,
Sonia

Marta Pinto disse...

olá obrigada por partilhar estas informações preciosas... comecei á pouco a fazer sabão, agora pediram me para eu fazer uns com cheiro para lembranças de casamento... estava a pensar fazer com folhas de eucalipto mas não sei dá resultado?

flor da pele disse...

Olá Marta,
Considero o aroma como mais um dos elementos colocados nos sabões que atua de forma sensorial, ou seja, nos convida a vivenciar novas sensações.
Fixar corretamente um determinado aroma ou um mix de aromas no sabão é um desafio que requer muito estudo e experiências. Acredito que as folhas de eucalipto que você comenta, servirão para personalizar e realçar o aroma de eucalipto colocado na receita do seu sabão.
Aconselho que você visite os sites indicados nesse blog sobre óleos essenciais e também dê uma olhada nas postagens, onde coloco diversas maneiras para fixar o mix de aromas nos sabões.
Abraços,
Sonia.

disse...

Olá, boa tarde.
Gostaria de saber se você ministra cursos.
Estou com muita vontade a aprender e não sei por onde começar. Prezo muito pelo organico, natural e sem sinteticos.
Pode me ajudar?
Agradeço muito e parabens pelo trabalho.
Boa tarde.

flor da pele disse...

Boa tarde,
Infelizmente, no momento, não posso lhe ajudar,
Acredito que um ótimo começo está em você visualizar os diversos vídeos que podem ser encontrados na internet sobre a arte de fazer sabões e ler as postagens desse blog e dos demais blogs e fóruns que tratam desse assunto.
Obrigada por suas gentis palavras :)
Abraços,
Sonia.

eco'Gênesis disse...

Olá Sonia,

Depois de muito tempo procurando alguém que realmente sabe fazer sabão e esta disposto a ajudar encontrei seu Blog! Parabéns pela iniciativa, que Deus abençoe!

Minha esposa já produz cremes para corpo e cabelo e estou começando a produzir sabão e sabonetes, por isso resolvi começar a fazer a minha própria base de Glicerina, mas não sei o que esta acontecendo de errado...

Eu escolhi preparar a minha base utilizando apenas o óleo de Algodão por ser um "piloto", aqueço ele na temperatura de 70 a 75°C e deixo em banho maria mantendo a temperatura, adiciono a Lixívia (NaOH + água) e mexo, depois de alguns minutos a mistura começa a formar alguns grumos, como se a soda gelatinasse e o óleo continua em suspensão... eu não deixei 1 hora em banho maria porque depois de uns 30 minutos a mistura parece que estava ficando cada vez mais separada, óleo por cima e grumos por baixo, então desliguei e joguei tudo fora.. aconteceu a mesma coisa 2X

É assim mesmo ou estou fazendo algo de errado???
Eu fiz agora a receita a frio do sabão Fundamental (óleo + NaOH) e pretendo depois derreter esse sabão e adicionar os solventes para ver se consigo o resultado transparente.

Obrigado!
se puder responder em meu e-mail - bruno@ecogenesisbrasil.com.br

flor da pele disse...

Olá Bruno,
Agradeço sua visita e gentil comentário.
respondi, como vc pediu, via email.
Abraços

anónima disse...

Cara Flor da Pele,
Muito obrigada pela publicação além de pertinente muito clara e objectiva.
Gostaria de saber se sobre a formula de sabonete artesanal que uso (azeite extra virgem, água+leite de cabra, e óleo essencial e claro soda caustica) é possivel fazer a base glicerina omitindo a glicerina líquida e bidestilada aumentando a percentagem de solventes: álcool, água e açúcar? Ou se é possível substituir a glicerina por algum produto de onde tenhamos a certeza de onde vem como o mel. Grata a aguardar, com um abraço!

flor da pele disse...

Bom dia,
Obrigada por sua visita e comentário.
Sobre a sua dúvida:
Como explico no tópico, os solventes possuem suas próprias funções mas com semelhanças.
Pelo que entendi,você pretende retirar a glicerina da lista dos solventes utilizados na sua receita de sabão.
A glicerina ou glicerol é um composto orgânico pertencente à função álcool, sendo higroscópico e possuindo característica umectante e emoliente.
Acredito que será necessário um equilíbrio,principalmente, entre os solventes álcool e açúcar para você definir sua nova receita lembrando que, devemos evitar ultrapassar os percentuais indicados, tanto para os solventes quanto para a proporção sabão base/solventes.
Acredito também que, como sua receita base só possui óleo de oliva, seja necessário acrescentar um óleo com alto teor de ácidos graxos saturados que irá proporcionar, principalmente, mais espuma e dureza ao sabão além de outras coisas. ex: óleo de coco, óleo de babaçu,etc.
Concluindo...Só testando para você descobrir a sua receita ideal.

Boa sorte na sua experiência!
Abraços,
Sonia.

Postar um comentário