19 de jun de 2010

A arte de fazer Sabões - parte I



Moro em uma cidade que é naturalmente quente e úmida e muitas vezes tenho que adaptar procedimentos para conseguir bons resultados.



Dependendo da temperatura/grau de umidade,etc,tenho que evitar o uso de certos óleos que aceleram a traza ou trace (ponto que inicia a saponificação dos óleos) , assim como definir a necessidade do uso de mix ( que acelera a traza/trace), enfim adaptar certos “protocolos” ao meu universo particular.
Isso, dependendo de onde você mora deve ser avaliado. Garanto que os resultados vão ser positivos.
Contudo, o mais importante é lembrar da segurança e cuidados que devemos ter ao manipularmos produtos químicos, principalmente, no nosso caso, hidroxido de sódio (soda cástica) e/ou hidróxido de potássio (potassa).


CUIDADOS IMPORTANTES:
.Usar luvas de borracha apropriadas,
.Óculos de proteção,
.Máscara de proteção (respirador filtrante contra poeiras,névoas,etc),
.Estar em ambiente arejado para evitar inalar os gases formados pela reação soda/potassa + água,
.Ter um recipiente com vinagre ( ácido) próximo para anular o efeito da soda sobre a pele caso ocorra algum acidente e

COLOCAR SEMPRE A SODA/POTASSA NA ÁGUA, NUNCA AO CONTRÁRIO e... LENTAMENTE, PARA EVITAR O EFEITO “VULCÃO”.


Utensílios necessários:



.Utensílio específico para pesar a soda cáustica( eu uso um saco plástico tipo zip, que é resistente e facilita, não deixando confundir ao misturar a soda na água,
.Vasilhas de plástico resistentes ao calor, vidro ou aço inoxidável, tamanhos variados ( alumínio não serve),
.Balança digital ( pesando de 1g até 3Kg),
.Termômetro para líquidos quentes,
.Mix (normalmente usado para bater molhos,maionese,vitaminas)
.Colheres e espátulas de vários tamanhos,
.Moldes de madeira ( não serve compensado) forrados com plástico ou moldes variados de plástico - vasilhas usadas para guardar alimentos, embalagens de leite longa vida, sucos,pedaço de cano de PVC, etc...Basta usar a imaginação.


É interessante termos todos os itens da receita pesados antes de iniciar o processo de fabricar nosso sabão, assim basta  acrescentarmos os ingredientes, no momento adequado, sem atropelos ou aflições e finalmente,


Ter paciência para esperar o tempo certo para desenformar seus sabão ( normalmente em 24h), cortar e colocar para secar ou curar por 4 semanas no mínimo.( esse tempo eu recomendo para sabões feitos tanto no processo à frio quanto no processo à quente – é o tempo mínimo para aprimorar a qualidade do seu produto).

Nenhum comentário:

Postar um comentário